100%

Retorno das atividades nas academias da terceira idade é reivindicado na Câmara

 
A moção legislativa 295/2017, aprovada na terça-feira (25), reivindica que seja realizada uma parceria entre os governos estadual e municipal para viabilizar o retorno do programa da Academia da Terceira Idade (ATI). Proposto pelo vereador Jair Junior (PSD), o documento será encaminhado ao governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, e ao prefeito de Lages, Antonio Ceron (ambos do PSD), para análise e possíveis providências.


Na matéria, Jair sugere que profissionais da área de educação física possam atender de forma escalonada nas academias instaladas no município, informando previamente a região onde estarão para que a população possa realizar as atividades físicas orientados por um profissional, evitando assim problemas de saúde. "É importante, pois promove a prática de atividades físicas e contribui para melhora da qualidade de vida das pessoas que fazem uso das ATI’s”, enfatiza.


A moção lembra que esse programa esteve em efetivo funcionamento até o ano de 2012. Entre 2014 e 2015 apenas os aparelhos foram reformados e os profissionais deixaram de prestar orientação aos usuários do programa. Ao todo, são 45 academias espalhadas pela cidade. 

Fotos: Divulgação: Prefeitura de Lages e Nilton Wolff (Câmara de Lages)   


Deise Ribeiro - Jornalista  
Assessoria de Imprensa - camaralages@camaralages.sc.gov.br   
(49) 3251-5416 
 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 27/10/2017 - 17:36:51 por: Deise Ribeiro - Alterado em: 27/10/2017 - 17:39:08 por: Deise Ribeiro

Galeria de Fotos

Poder Legislativo reverencia os 50 anos da CDL Lages
Poder Legislativo reverencia os 50 anos da CDL Lages

A cerimônia foi proposta de maneira conjunta pelos vereadores e contou com a presença do prefeito Antonio Ceron (PSD), membros da direção, colaboradores e antigos dirigentes da CDL, representantes do comércio local e convidados.

Câmara recebe profissionais da imprensa lageana
Câmara recebe profissionais da imprensa lageana

“Sempre fui um apaixonado e um aliado da imprensa, por isso quero ela perto de nós, para que acompanhe nossos trabalhos e mostre a história como, de fato, acontece. Ela nos cobra, mas também nos ajuda muito”, defendeu o presidente Luiz Marin.