100%

Câmara aprova projeto que determina atendimento prioritário a autistas em Lages

 
O Poder Legislativo Lageano aprovou por unanimidade na sessão ordinária de segunda-feira (30) o projeto de lei 068/2017, de autoria do vereador Bruno Hartmann (PSDB), que assegura atendimento prioritário a pessoas com autismo nos estabelecimentos privados do município. O anúncio foi comemorado por familiares, amigos e profissionais que acompanham as pessoas com Transtorno do Espectro Autista e estiveram presentes no Plenário Nereu Ramos da Câmara.
 
O texto da lei municipal determina que os estabelecimentos privados ficam obrigados a inserir nas placas de atendimento prioritário o símbolo mundial da conscientização do Transtorno do Espectro Autista.  A matéria também define que os estabelecimentos que não cumprirem a lei ficam sujeitos a multa de cinco Unidades Fiscais do Município de Lages (UFML).
 
Agora o projeto de lei aguarda a sanção do prefeito Antonio Ceron (PSD). “O objetivo dessa lei é proporcionar melhor qualidade de vida às pessoas que convivem com o transtorno, inclusive, os familiares de pessoas com autismo, diante da tranquilidade de não se ver prolongada a tensão ocasionada pela demora nos atendimentos na realização das suas atividades diárias”, manifestou Bruno.

Fotos: Divulgação: Assessoria Vereador Bruno Hartmann e Nilton Wolff (Câmara de Lages)   


Deise Ribeiro - Jornalista  
Assessoria de Imprensa - camaralages@camaralages.sc.gov.br   
(49) 3251-5416 
 
 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 31/10/2017 - 18:00:27 por: Deise Ribeiro - Alterado em: 31/10/2017 - 18:00:27 por: Deise Ribeiro

Galeria de Fotos

Poder Legislativo reverencia os 50 anos da CDL Lages
Poder Legislativo reverencia os 50 anos da CDL Lages

A cerimônia foi proposta de maneira conjunta pelos vereadores e contou com a presença do prefeito Antonio Ceron (PSD), membros da direção, colaboradores e antigos dirigentes da CDL, representantes do comércio local e convidados.

Câmara recebe profissionais da imprensa lageana
Câmara recebe profissionais da imprensa lageana

“Sempre fui um apaixonado e um aliado da imprensa, por isso quero ela perto de nós, para que acompanhe nossos trabalhos e mostre a história como, de fato, acontece. Ela nos cobra, mas também nos ajuda muito”, defendeu o presidente Luiz Marin.