100%

Situação de exames de mamografia motiva perguntas no Legislativo

Autor do pedido de informação 142/2017, aprovado na sessão de segunda-feira (30) da Câmara, o vereador João Chagas (PSC) requer informações do prefeito Antonio Ceron (PSD) sobre a situação dos exames de mamografia no município.

No documento, ele questiona ao prefeito sobre quantos exames de mama foram autorizados durante o mês do Outubro Rosa; qual a quantidade de pessoas na fila de espera; quais providências estão sendo adotadas para com as mulheres que aguardam o exame; e se existe a possibilidade do município aumentar a quantidade de exames diários e o horário de atendimento para realização destes procedimentos.

Em sua fala no Plenário, Chagas disse ter recebido em seu gabinete mulheres que aguardam pelo exame da mama por falta de vaga. “Recebemos a notícia de que não existe fila de espera para as mamografias. É estranho isso que acontece entre a Maternidade e o Pronto Socorro”, comentou o legislador, que aponta ainda que a lei permite que o exame seja gratuito para mulheres acima de 40 anos.


Fotos: Divulgação, via Cris Menegon / Nilton Wolff (Câmara de Lages)

Everton Gregório - Jornalista 
Assessoria de Imprensa - camaralages@camaralages.sc.gov.br   
(49) 3251-5416
Protocolos desta Publicação:Criado em: 31/10/2017 - 21:25:38 por: Deise Ribeiro - Alterado em: 31/10/2017 - 21:25:38 por: Deise Ribeiro

Galeria de Fotos

Poder Legislativo reverencia os 50 anos da CDL Lages
Poder Legislativo reverencia os 50 anos da CDL Lages

A cerimônia foi proposta de maneira conjunta pelos vereadores e contou com a presença do prefeito Antonio Ceron (PSD), membros da direção, colaboradores e antigos dirigentes da CDL, representantes do comércio local e convidados.

Câmara recebe profissionais da imprensa lageana
Câmara recebe profissionais da imprensa lageana

“Sempre fui um apaixonado e um aliado da imprensa, por isso quero ela perto de nós, para que acompanhe nossos trabalhos e mostre a história como, de fato, acontece. Ela nos cobra, mas também nos ajuda muito”, defendeu o presidente Luiz Marin.