100%

Câmara de Lages presta homenagens às quatro décadas do Cedup

Os 40 anos de existência do Centro de Educação Profissional (Cedup) Renato Ramos da Silva foram reverenciados em uma sessão solene do Poder Legislativo Lageano realizada nesta quarta-feira (9), em um ginásio de esportes cheio de antigos e atuais servidores e diretores, alunos e familiares.

Desde o dia 9 de maio de 1978, então chamado de Centro Interescolar de Segundo Grau (CIS), a instituição de ensino tem formado alunos para o mercado de trabalho local e regional, oferecendo educação humana, científica e cultural aliada ao comprometimento, respeito e profissionalismo. Com nova denominação a partir do ano 2000, o Cedup Renato Ramos da Silva conta atualmente com 168 servidores e mais de 1.560 alunos.

Proponente da solenidade, o vereador Jean Pierre Ezequiel (PSD) destacou que o evento não se tratava apenas de uma homenagem, mas um reconhecimento pela prestação de serviços e a dedicação de cada professor, funcionário ou aluno que passou pelo educandário ao longo das quatro décadas. Jean, inclusive, também deu aulas por um tempo no Cedup. “Trata-se de uma história construída que expressa a preocupação com as mudanças vivenciadas todos os dias na nossa sociedade”, disse.

Após sua fala, o vereador entregou uma placa comemorativa e ramalhetes de flores à diretora-geral do Cedup, Marcia Aparecida da Costa, e às assistentes de direção, Grace Kelly Schemes Oliveira e Rosângela Ferreira Godinho da Silva. Ex-diretores da instituição também foram homenageados.

Marcia contou um pouco das mudanças realizadas a partir de 2000, no entanto, sem desmerecer a bela trajetória do CIS e também sobre as diversas ações alusivas aos 40 anos do Cedup, como visitas e viagens de estudo e culturais, feiras de ciência, apresentação artísticas, méritos aos professores e alunos protagonistas em suas áreas, etc.
 
Ensino e educação: duas faces de uma mesma moeda
 
Na sequência, dois antigos professores se manifestaram sobre a importância do Cedup em suas vidas e na trajetória dos alunos que por ali passaram. Para o ex-professor de Matemática, Geraldo Moretto, educação e ensino andam juntos, sustentados na combinação de família e escola. “A educação começa na família, continua na escola e deve nos acompanhar no resto das nossas vidas”, afirma.

Geraldo citou um episódio acontecido um pouco antes da sessão no qual foi interpelado por um rapaz que pedia esmola na sinaleira. Ele disse que o jovem precisava trabalhar, no entanto, após uma reflexão, o professor admitiu que errou, pois talvez tenha faltado ao rapaz o aporte da família e um local como o Cedup que lhe desse uma oportunidade diferente na vida. “Cada um de vocês tem que agradecer por estar em uma das melhores escolas do estado e ter a oportunidade de se formar”.
              
Com 34 anos de serviços prestados à escola, o professor Airton Webber Xavier se disse honrado e privilegiado pelas mais de três décadas de trabalho no Cedup. Ele ressaltou a importância dos mestres na formação humana dos estudantes. “É necessário que o professor esteja consciente da sua missão na educação, de que exerce uma preponderante ação na vida do aluno e que está preparando a sociedade de amanhã. É um construtor da personalidade do aluno, não agindo só através dos conhecimentos que ministra, mas na forma que o faz e nas atitudes na classe e fora dela”, opinou.

Emocionado, citou três pessoas que marcaram sua vida na instituição: o porteiro Seu Pedro e os professores Motta e Geraldo. “Árdua é a missão do professor, mas o que nos anima e estimula é a certeza de que das sementes lançadas em terreno fértil brotam majestosos frutos baseados no saber do conhecimento”, completou Airton.


Fotos: Aline Coldebella Sommavilla (Câmara de Lages)

Everton Gregório - Jornalista 
Assessoria de Imprensa - camaralages@camaralages.sc.gov.br   
(49) 3251-5416
 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 10/05/2018 - 19:59:10 por: Éverton Gregório - Alterado em: 10/05/2018 - 21:36:56 por: Éverton Gregório

Notícias

Matérias aprovadas em 8 de outubro de 2018
Matérias aprovadas em 8 de outubro de 2018

Foram aprovadas na sessão deliberativa de segunda-feira, 8, três matérias legislativas. Também foram deferidas as indicações entre os números 5.059 a 5.109/2018, as quais não precisam de aprovação plenária.