100%

Presidente Luiz Marin faz devolutiva das ações de 2018 à frente da Câmara de Lages

“Estou muito alegre, feliz e contente, pois fechamos um ano com chave de ouro. Diante disso, quero agradecer a todos que me apoiaram, é uma coisa sem explicação e por isso que foi bem. Agradeço ao povo lageano, aos funcionários, aos senhores vereadores e a todos aqueles que nos rodearam no dia-a-dia”, assim o vereador Luiz Marin definiu a experiência de ter presidido a Casa do Povo de Lages em 2018, logo após concluir a apresentação à imprensa das ações de seu ano à frente do Legislativo Lageano. Vereador em seu terceiro mandato, esta foi a primeira vez que Marin assumiu o mais alto posto dentro do Legislativo Municipal.

Seguindo uma linha adotada pela ex-presidente Aida Hoffer (PSD), o ano foi de economia com materiais de expediente e de consumo, diárias de vereadores e servidores e com a publicidade, da qual encampou e concluiu a licitação da agência – que deve iniciar os trabalhos em 2019. Neste fim de ano, a Câmara de Lages deve devolver aos cofres públicos mais de R$ 1.300 milhão, isso que deixou de receber R$ 250 mil em três meses do ano (maio, junho e novembro, somando R$ 750 mil) devido a um acordo com a Prefeitura para manter a saúde financeira do Município.

Sobre o retorno deste valor à comunidade, o presidente Marin disse que o assunto cabe ao prefeito Antonio Ceron (PSD), já que este é o gestor primordial dos recursos da cidade e tem a incumbência de executar ações ou destinar verbas para áreas de maior necessidade. “Me pediram em uma reunião da Acil que eu destinasse recursos para várias áreas, mas eu não posso. A Câmara não pode executar nada, o que acontecia antes era um acordo com o prefeito, este sim pode prometer, nós não”, disse o presidente, ressaltando que os recursos constitucionalmente recebidos servem apenas para manter a estrutura física e pessoal, além de auxiliar nas funções legislativa, fiscalizadora e propositiva que a Câmara possui.

O ano também foi de investimentos na estrutura física do prédio da Câmara como reformas gerais, o novo sistema de votação plenária, adequações exigidas pelo Corpo de Bombeiros (cujo o Habite-se da Câmara se encontra na mesa do comandante dos bombeiros, segundo Marin), a ampliação do estacionamento e a construção da Biblioteca Renato Nunes de Oliveira, a qual vai abrigar o acervo centenário de leis e documentos legislativos da Câmara de Lages.
 
Biblioteca presta homenagem à “Alma Lageana”
 
O novo espaço do Poder Legislativo Lageano reverencia o ex-prefeito Renatinho, chefe do Executivo de Lages de 2006, quando assumiu a Prefeitura no lugar do então senador eleito Raimundo Colombo, até 2012, último ano de seu mandato – ganho pelo Partido Progressista (PP) nas eleições de 2008. Antes de ser vice-prefeito por dois mandatos (2001-2004 e 2005-2006), Renato Nunes de Oliveira foi assessor jurídico da Câmara de Vereadores de Lages por 15 anos, de fevereiro de 1985 a dezembro de 2000.

A gestão Renato Nunes de Oliveira foi marcada por diversas obras no município como a construção de três mil casas populares, reformas de escolas e construção de centros de educação infantil, de academias ao ar livre e das marginais da BR-282, asfaltamento e revitalização de ruas e avenidas como a Duque e a Ponte Grande, assim como obras de saneamento básico. Lembrado no município como a “Alma Lageana”, Renatinho faleceu no dia 26 de agosto de 2015, aos 68 anos, vítima de um câncer na medula óssea. Era casado com Juraci Valcanaia Nunes, a tia Jura, e deixou seis filhos e quatro netos.


Fotos: Deise Ribeiro (Câmara de Lages)

Everton Gregório - Jornalista  
Assessoria de Imprensa - camaralages@camaralages.sc.gov.br   
(49) 3251-5416 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 18/12/2018 - 13:48:04 por: Éverton Gregório - Alterado em: 18/12/2018 - 13:48:04 por: Éverton Gregório

Notícias

Resumo da Sessão 19-03-2019
Resumo da Sessão 19-03-2019

Na sessão desta terça, os vereadores aprovaram 13 matérias pela Ordem do Dia, sendo seis moções legislativas, quatro requerimentos e três pedidos de informação. Também foram encaminhadas ao Poder Executivo Municipal as indicações entre os números 1.373 a 1.487/2019

Resumo da Sessão 18-03-2019
Resumo da Sessão 18-03-2019

Os vereadores aprovaram 14 matérias pela Ordem do Dia, sendo seis moções legislativas, quatro pedidos de informação, três requerimentos e um projeto de lei. Também foram encaminhadas ao Poder Executivo Municipal as indicações entre os números 1.227 e 1.372/2019, com várias solicitações para problemas pontuais das comunidades de Lages.