100%

Falta de médico é a principal queixa nas unidades de saúde do Santa Catarina e Vila Mariza

 
Na manhã desta quinta-feira, 7, os vereadores Pedro Figueredo (PSD) e Mauricio Batalha Machado (PPS) visitaram duas unidades de saúde do município: Santa Catarina e Vila Mariza. Os edis foram verificar as condições dos serviços ofertados à população e de trabalho dos servidores das unidades.

No Santa Catarina, os vereadores foram informados que a área 2 está sem médico desde dezembro do ano passado, contando apenas com o atendimento da enfermeira responsável. A unidade atende diariamente, em média, 300 pessoas de nove bairros. “A visita serviu para entender quais são as principais necessidades do posto e buscar encaminhamentos que contribuam com o melhor atendimento à comunidade,” disse o vereador Pedro.

A falta de médico também é uma realidade enfrentada pelos usuários do posto do Vila Mariza. O atendimento diário da unidade é de cerca de 100 pessoas, sendo que os bairros Chapada, Bates e Jardim Panorâmico também utilizam os serviços do local. “Verificamos que no final do ano passado houve um problema entre a equipe técnica e a comunidade. Diante dos relatos, nos propusemos a marcar uma reunião para intermediar e buscar resolver tais fatos,” reforçou Mauricio.

Fotos: Aline Borba (Câmara de Lages)

Deise Ribeiro - Jornalista  
Assessoria de Imprensa - camaralages@camaralages.sc.gov.br   
(49) 3251-5416 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 07/02/2019 - 18:41:32 por: Deise Ribeiro - Alterado em: 07/02/2019 - 21:06:23 por: Deise Ribeiro

Notícias

Resumo da Sessão 19-03-2019
Resumo da Sessão 19-03-2019

Na sessão desta terça, os vereadores aprovaram 13 matérias pela Ordem do Dia, sendo seis moções legislativas, quatro requerimentos e três pedidos de informação. Também foram encaminhadas ao Poder Executivo Municipal as indicações entre os números 1.373 a 1.487/2019

Resumo da Sessão 18-03-2019
Resumo da Sessão 18-03-2019

Os vereadores aprovaram 14 matérias pela Ordem do Dia, sendo seis moções legislativas, quatro pedidos de informação, três requerimentos e um projeto de lei. Também foram encaminhadas ao Poder Executivo Municipal as indicações entre os números 1.227 e 1.372/2019, com várias solicitações para problemas pontuais das comunidades de Lages.