100%

Restauração do Casarão Juca Antunes deve ser finalizada em 2020

Na manhã desta quinta-feira (14), o presidente do Legislativo Lageano, Vone Scheuermann, acompanhou a apresentação do projeto de restauração do Casarão Juca Antunes, o último edifício da arquitetura luso-brasileira preservado na cidade. Datado da década de 1850, a casa fica localizada no centro de Lages, no cruzamento das ruas Benjamin Constant e Coronel Córdova.

A apresentação aconteceu no auditório Mario Augusto de Souza, da Fundação Cultural de Lages, e foi acompanhada pelo prefeito Antonio Ceron, o vice Juliano Polese, secretários do município e por membros da imprensa lageana. “É importante resgatar essa memória, que conta uma parte da história de Lages, de pessoas que deixaram sua marca na cidade. Só tenho que parabenizar os responsáveis pela iniciativa e pelo apoio da Prefeitura”, destacou Vone.
 
Obra deve ser entregue à Prefeitura no início de 2020
 
A restauração ficou a cargo da multinacional do setor de energia China Three Gorges (CTG) Brasil, a qual fez a aquisição do terreno por conta de um Termo de Ajuste de Conduta assinado junto ao Ministério Público Estadual como compensação ambiental à instalação da Usina Hidrelétrica Garibaldi, localizada no município de Abdon Batista.

A restauração prevê mudanças na estrutura do piso, forro e telhado, pintura e outras adequações a fim de se resgatar as características originais da edificação. O investimento é na ordem de R$ 2 milhões. Além do projeto de restauração, a empresa contratou a Terra Engenharia, que vai executar a obra pelo período de 12 meses, sendo que, após este prazo, o imóvel será revertido à Prefeitura de Lages.

A destinação do futuro uso do Casarão Juca Antunes ainda é incerta, mas segundo o superintendente da Fundação Cultural de Lages, Giba Ronconi, a definição passará pela decisão da comunidade através dos conselhos municipais de Política Cultural e do Patrimônio Cultural, a fim de contemplar ações de resgate histórico, da memória e da identidade cultural lageana.
 
Um pouco da história do Casarão Juca Antunes
 
De acordo com o arquiteto e pesquisador Fabiano Teixeira, a residência foi, inicialmente, propriedade do coronel do Exército e delegado de Polícia, Henrique Ribeiro Córdova, também vereador da Câmara Municipal de Lages (1857-1860 e 1882-1883) e deputado estadual (1864-1865). Posteriormente, passou às mãos do pecuarista e também vereador de Lages, o coronel José Antunes Lima (Juca).

Atualmente, o Casarão Juca Antunes é reconhecido como um patrimônio histórico, cultural e arquitetônico de Lages, sendo inclusive, tombado pela Fundação Catarinense de Cultura mediante o decreto nº 3.462, de 23 de novembro de 2001.


Texto e fotos:

Everton Gregório - Jornalista  
Assessoria de Imprensa - camaralages@camaralages.sc.gov.br   
(49) 3251-5416 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 15/02/2019 - 17:40:37 por: Éverton Gregório - Alterado em: 15/02/2019 - 17:40:37 por: Éverton Gregório

Notícias

Resumo da Sessão 19-03-2019
Resumo da Sessão 19-03-2019

Na sessão desta terça, os vereadores aprovaram 13 matérias pela Ordem do Dia, sendo seis moções legislativas, quatro requerimentos e três pedidos de informação. Também foram encaminhadas ao Poder Executivo Municipal as indicações entre os números 1.373 a 1.487/2019

Resumo da Sessão 18-03-2019
Resumo da Sessão 18-03-2019

Os vereadores aprovaram 14 matérias pela Ordem do Dia, sendo seis moções legislativas, quatro pedidos de informação, três requerimentos e um projeto de lei. Também foram encaminhadas ao Poder Executivo Municipal as indicações entre os números 1.227 e 1.372/2019, com várias solicitações para problemas pontuais das comunidades de Lages.