100%

CPI ouve primeiros depoentes em inquérito sobre o atendimento no Pronto Socorro

Ao longo desta quinta-feira (21), nove pessoas foram ouvidas na primeira fase de instrução da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Pronto Atendimento Tito Bianchini, instituída para averiguar supostas irregularidades ocorridas no atendimento à população na referida unidade. As oitivas aconteceram durante a manhã e a tarde no Plenário Nereu Ramos da Câmara de Lages.

Os vereadores-membros da Comissão fizeram várias perguntas aos depoentes sobre o funcionamento do pronto socorro, como o modo de operação da classificação de risco e do sistema de regulação dos pacientes, lotação máxima e principais problemas decorrentes desse fato, procedimento no atendimento aos pacientes, tempo médio para obtenção de leitos, funcionamento do sistema de plantão entre os médicos, encaminhamentos aos demais hospitais do município, o processo de cooperação entre estes, etc.

Compareceram à oitiva, pela ordem, a ex-gerente do PA, Mauren dos Santos; a diretora de Atenção Básica da Secretaria da Saúde, Francine Formiga; o diretor responsável pela regulação, Claiton Camargo; o gerente de regulação da Secretaria, Luis Reinaldo Fraga; o superintendente do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, doutor Fábio Lage; a enfermeira do HNSP, Suzana Machado; a diretora do Hospital Tereza Ramos, Andreia Berto; o médico responsável pela regulação no HTR, doutor Jonas Lehmkuhl; e a ex-diretora do HTR, Beatriz Montemezzo.
 
Comissão se reúne para decidir sobre novos encaminhamentos na próxima semana
 
Os depoimentos foram públicos, abertos à população e transmitidos pela Câmara de Lages, via página do Facebook, exceto em casos onde as pessoas ouvidas requeriam sigilo para responder a determinadas perguntas. Nesta circunstância, os membros da CPI se reuniam de modo privado com a depoente. Por motivos de agenda pré-definida, outro servidor não pode comparecer nesta quinta e será ouvido pela Comissão na próxima terça (26).

Segundo o presidente da CPI, vereador Mauricio Batalha Machado (PPS), os depoimentos foram muito proveitosos, sendo que após a compilação dos dados obtidos, a comissão deve efetuar novas diligências para a obtenção de documentos que embasem a investigação – como prontuários médicos e clínicos, e mesmo a realização de novas oitivas, se necessárias. “Esta comissão tem cinco vereadores direcionados ao mesmo propósito, com um objetivo comum de averiguar a verdade dos fatos e poder encontrar soluções que aprimorem o serviço para a população”, destaca o legislador.

“Algumas situações ficaram esclarecidas, outras ainda precisamos de mais informações para esclarecer, mas na próxima semana vamos nos reunir e tomar novos encaminhamentos”, afirmou o relator da CPI, vereador Jair Junior (PSD). Compõem o grupo os edis Jean Pierre (PSD), Lucas Neves (Progressistas) e Thiago Oliveira (MDB).


Fotos: Câmara de Lages - Aline Borba / Everton Gregório

Everton Gregório - Jornalista
Assessoria de Imprensa - camaralages@camaralages.sc.gov.br   
(49) 3251-5416
Protocolos desta Publicação:Criado em: 22/02/2019 - 20:37:56 por: Éverton Gregório - Alterado em: 22/02/2019 - 20:39:31 por: Éverton Gregório

Notícias

Resumo da Sessão 19-03-2019
Resumo da Sessão 19-03-2019

Na sessão desta terça, os vereadores aprovaram 13 matérias pela Ordem do Dia, sendo seis moções legislativas, quatro requerimentos e três pedidos de informação. Também foram encaminhadas ao Poder Executivo Municipal as indicações entre os números 1.373 a 1.487/2019

Resumo da Sessão 18-03-2019
Resumo da Sessão 18-03-2019

Os vereadores aprovaram 14 matérias pela Ordem do Dia, sendo seis moções legislativas, quatro pedidos de informação, três requerimentos e um projeto de lei. Também foram encaminhadas ao Poder Executivo Municipal as indicações entre os números 1.227 e 1.372/2019, com várias solicitações para problemas pontuais das comunidades de Lages.